domingo, 31 de julho de 2011

Testosterona e Diabetes


NUTRIÇÃO, SUPLEMENTOS E SAÚDE.

Os Notáveis efeitos da Testosterona no Tratamento do Diabetes Masculino.

Artigo retirado da revista Life Extension (www.lef.org)
Editado por Edward M. Lichten, MD
Edição do mês de julho/2007

- Kapoor D, Goodwin E, Channer KS, Jones TH.
Testosterone replacement therapy improves insulin resistence, glycaemic control, visceral adiposity and hypercholesterolaemia in hypogonadal men with type 2 diabetes.
Eur J Endocrinol. 2006 Jun; 154(6): 899-906.

Traduzido pelo Nutricionista Reinaldo José Ferreira CRN – 6141
reinaldonutri@gmail.com
www.suplementacaoesaude.blogspot.com


Relato do Dr. Edward:
Quando completei meus 45 anos, desci escada abaixo repentinamente.
Meu entusiasmo se transformou em depressão, letargia e cansaço. Um dos sintomas apresentados era um suor abundante ao extremo que precisava tomar banho duas vezes, toda noite.
Eu descobri a causa dessa indisposição a partir de observações feitas nos maridos das mulheres que freqüentavam meu consultório ginecológico.

Realizei um exame de sangue e foi constatado então que a causa dos meus sintomas era a Andropausa.
Com esta nova informação perguntei ao meu urologista sobre a terapia de reposição hormonal, ele não concordou e disse que era muito arriscado.
Pesquisando a literatura, achei alguns estudos que apoiavam a terapia de reposição com testosterona e então, em 1995 comecei a fazer uso desta terapia.
Minha vida nunca tinha sido tão doce desde que eu comecei a beber da minha própria fonte bioidêntica de juventude.

Fotos no meu site, testemunharam as dramáticas mudanças na minha aparência física. Aos 42 anos eu parecia totalmente cansado. Aos 52, eu estava mais magro e musculoso e transparecia um entusiasmo no meu corpo e em minha face.
Minhas pacientes, percebendo os resultados me perguntaram se eu não poderia tratar de seus maridos que apresentavam os mesmos sintomas.

Desta forma comecei minha experiência prática, tendo em vista os bons resultados que obtive usando a testosterona para reverter os sintomas da andropausa.
Com 48 anos de idade, Joe pesava quase 140kg e apresentava diabetes.
Ele percebeu, que o diabetes, afetou severamente seu coração e também tinha muita dificuldade para emagrecer.
Comecei seu tratamento com injeções semanais de testosterona e monitorei seus níveis de glicose sanguínea.
Durante a primeira semana de tratamento, a glicose sangüínea de Joe caiu para níveis quase normais. Ele se sentia melhor e estava apto a caminhar e subir escada sem dificuldade.

Durante o primeiro mês de tratamento, Joe perdeu dez quilos. No segundo mês já entrou em uma academia e perdeu mais dez quilos. Depois do terceiro mês ele perdeu outros cinco quilos. Depois de um ano de reposição de testosterona ele pesava cem quilos, ou seja, quarenta quilos a menos que no começo do tratamento.
Agora apto a correr na esteira por noventa minutos, Joe está clinicamente bem melhor.
Obtive resultados parecidos com outros pacientes, mas não vou comentar neste relato.

O Sucesso Clínico levou a um estudo no Hospital –
Armado com as informações anteriores, falei com um amigo médico, Dr. James Sowers que também era professor na Wayne State University em Detroit, ele é uma das maiores autoridades em diabetes na América.
Realizamos um estudo com 35 voluntários diabéticos do sexo masculino, utilizando implantes de testosterona.

Nossa observação inicial foi que todo homem que apresentava diabetes, tinha níveis muito baixos de testosterona. (Dez anos mais tarde, um pesquisador de Harvard chamado Eric Ding, percebeu que, níveis baixos de testosterona, estavam intimamente associados com um risco elevado para o diabetes.)
O resultado do estudo demonstrou que a dosagem de insulina dos voluntários caiu pela metade, ou seja, pacientes usando 120 unidades passaram a usar 60 e outros usando 80 passaram a 40 unidades.
Entretanto, nossa próxima observação pode mudar o tratamento do diabetes para sempre.

Nós constatamos que pacientes diabéticos fazendo a terapia com testosterona, tinham não só um melhor controle da glicemia, mas também não apresentavam os perigosos ataques hipoglicêmicos.

Restaurar os níveis de testosterona de nossa juventude, nos ajuda a controlar o diabetes, ajudando o paciente idoso a diminuir sua dependência aos medicamentos.
A experiência clínica, mostra que os efeitos da terapia com testosterona ajudam a melhorar o controle da glicemia, aumentam os níveis de energia, promovem o bem estar, e restauram uma aparência mais jovem.

Formas de Testosterona:

- Pellets: contém testosterona cristalina e bioidêntica, comprimida em uma matriz que fornece uma liberação estável por 4 a 6 semanas.
- Injeções: Fornece testosterona quimicamente modificada com uma molécula que retarda sua absorção por 2 ou 3 dias. Esta molécula é tipicamente o enantato, propionato, ou cipionato de testosterona. As injeções resultam em um rápido aumento da testosterona e uma liberação por 4 a 6 dias.

- Gel Bioidêntico: Esta opção seria a melhor escolha, porque é uma substância idêntica a testosterona produzida pelo corpo e não apresenta nenhum efeito colateral. Realmente a fonte da juventude.

Um comentário:

  1. Wooow, por isso que meu indice glicemico subiu!
    Fiz exames e descobri que os meus níveis de testosterona estavam abaixo do minimo. Vou fazer urgente, minha modulação hormonal bioidentico! !

    ResponderExcluir