sexta-feira, 12 de julho de 2013

Melhore sua Química Cerebral com Triptofano

Melhore sua Química Cerebral com Triptofano.

Artigo editado por Travis Harding
- Moskowitz DS, Pinard G, Zuroff DC, Annable L, Young SN. Tryptophan, serotonin and human social behavior. Adv Exp Med Biol. 2003;527:215-24.

- Angoa-Perez M, Kane MJ, Briggs DI, et al. Genetic depletion of brain 5HT reveals a common molecular pathway mediating compulsivity and impulsivity. J Neurochem. 2012 Jun;121(6):974-84.

- Hartmann E. Effects of L-tryptophan on sleepiness and on sleep. J Psychiatr Res. 1982;17(2):107-13.

- Eriksson O, Wall A, Marteinsdottir I, et al. Mood changes correlate to changes in brain serotonin precursor trapping in women with premenstrual dysphoria. Psychiatry Res. 2006 Mar 31;146(2):107-16.


Traduzido pelo Nutricionista Reinaldo José Ferreira – CRN 6141
reinaldonutri@gmail.com
www.suplementacaoesaude.blogspot.com.br



O envelhecimento é muitas vezes acompanhado por um espectro de transtornos do humor que incluem irritabilidade, estresse e ansiedade. Estes sintomas, junto com outros mais graves, como distúrbios do sono, depressão, comportamento agressivo, motivação reduzida, e pensamentos suicidas têm sido atribuídos a depleção dos níveis cerebrais de serotonina, um neurotransmissor que tem sido chamado de "hormônio da felicidade".
Com a progressão da idade, a inflamação crônica de baixo grau prepara o palco para a doença degenerativa em quase todas as áreas do corpo.
Embora esta inflamação muitas vezes induza ao diabetes, câncer e doenças do coração, afetam também o cérebro; interferindo com a produção e liberação de serotonina.

Para que o seu corpo possa fabricar a serotonina, ele precisa de um fornecimento suficiente de um aminoácido natural, o triptofano. Muito do que hoje é conhecido sobre o papel da serotonina nos distúrbios psiquiátricos e comportamentais vem de estudos sobre a depleção de triptofano.
Os baixos níveis de triptofano desencadeiam uma queda correspondente na produção de serotonina no cérebro e pode afetar o humor, prejudicar a memória, e aumentar a agressividade.
Embora não possamos suplementar com a própria serotonina, o triptofano é facilmente disponível como um suplemento seguro e bem comprovado.
A suplementação com triptofano ajuda a normalizar os níveis de serotonina e outros neurotransmissores. Como resultado, pode reverter muito dos sintomas comportamentais da idade, incluindo irritabilidade, distúrbios de humor, ansiedade, stress e depressão.

 O Triptofano ajuda a Equilibrar o Comportamento:

A literatura científica é clara: Suplementação de triptofano simplesmente faz as pessoas mais agradáveis! Com a estreita conexão entre o triptofano e o neurotransmissor serotonina, não deve ser surpreendente que a suplementação com triptofano pode regular os comportamentos que envolvem a sinalização da serotonina no cérebro (como o humor, o sono, e a ansiedade).
Estudos em animais revelaram decréscimos consideráveis na territorialidade e comportamento agressivo quando suas dietas são complementadas com triptofano. Em humanos foram notados resultados semelhantes.
Por exemplo, em estudos com adultos que são descritos como explosivos ou "briguentos", 1000 mg de triptofano, três vezes por dia produziu aumentos significativos nas medidas de afabilidade e comportamentos agradáveis e diminuiu a belicosidade ou estímulo à guerra (brigas, etc). Curiosamente, os homens em um estudo experimentaram uma redução na dominância, enquanto homens e mulheres experimentaram uma diminuição no comportamento agressivo, juntamente com um aumento no comportamento agradável e sua percepção de afabilidade com outras pessoas.

Um estudo com meninos de 10 anos de idade, com elevada agressividade física revelaram os benefícios de uma única dose de 500 miligramas de triptofano. No grupo suplementado, os meninos foram capazes de ajustar seu nível de resposta com base no nível de provocação, ajudando-os a evitar encontros potencialmente violentos. Os meninos suplementados foram capazes de obter perspectivas mais maduras e ser mais útil no grupo, tendo um comportamentos bem parecido com adultos mais velhos e experientes.
Outros estudos demonstraram que baixos níveis de triptofano podem ter um efeito negativo sobre o comportamento.

Os pacientes que recebem o tratamento com interferon contra a infecção da hepatite C por exemplo, apresentaram uma diminuição nos níveis plasmáticos de triptofano. Como resultado, aqueles submetidos a esta terapia são notoriamente propensos a experimentar irritabilidade emocional e depressão grave como efeitos colaterais. Como outro exemplo, camundongos sem o gene necessário para converter triptofano em serotonina exibiram comportamentos extremamente compulsivos e impulsivos, incluindo agressividade intensa.
Pessoas com personalidades naturalmente impulsiva ou agressiva podem receber o máximo benefício da suplementação com triptofano, com base em estudos de depleção de triptofano realizados nesses pacientes. Essas pessoas reagem muito mal a baixos níveis de triptofano, com uma impressão exagerada da intensidade de expressões irritadas nos rostos dos outros. Efeitos similares de esgotamento de triptofano são vistos em adultos com déficit de atenção e hiperatividade, que está intimamente associada com a agressividade e impulsividade. A suplementação com triptofano pode oferecer alívio para os pacientes e suas famílias evitando o sofrimento no âmbito familiar.

OS MÚLTIPLOS PAPÉIS DA SEROTONINA NO SISTEMA NERVOSO CENTRAL

Níveis saudáveis e equilibrados de serotonina são necessários para o controle do:
• Humor
• Agressão
• Dor • Ansiedade
• Dormir
• Memória
• O comportamento alimentar
• Comportamento viciante
• Controle de temperatura
• Regulação endócrina
• Comportamento motor

 O Triptofano Melhora a Qualidade do Sono:

Qualidade do sono ruim ou falta de sono é uma causa comum de irritabilidade e mau humor, especialmente em pessoas mais velhas. Estudos mostram que pessoas que dormem pouco são mais propensas a consumir gorduras ou açúcares refinados, comem porções menores de vegetais, e têm padrões de refeição mais irregulares.
As duas principais biomoléculas que estão envolvidas na produção normal de sono são o neurotransmissor serotonina e o hormônio melatonina , ambos naturalmente sintetizados a partir do triptofano. Isso torna o triptofano um suplemento tremendamente valioso para aqueles cujo sono é desprovido de qualquer quantidade ou qualidade.
Estudos que datam da década de 1970 demonstraram que, ingerindo entre 1 e 15 gramas de triptofano na hora de dormir pode ajudar na indução do sono. Mesmo doses baixas como 250 miligramas foram suficientes para aumentar a qualidade do sono por alongar a quantidade de tempo gasto na fase do sono profundo.
Durante a década de 1980, muitos estudos adicionais demonstraram os benefícios de tomar 1.000 mg ou mais de triptofano na hora de dormir. Melhorias significativas foram demonstrados em relatórios subjetivos de sonolência, tais como uma diminuição no tempo para cair no sono, diminuição do estado de vigília total e um aumento no tempo total de sono. Estes estudos mostraram os resultados mais impressionantes nas pessoas com insônia leve, ou naqueles com tempo acima da média para cair no sono.

Aqueles que tomam triptofano na hora de dormir são mais propensos a acordar com um aumento no estado de alerta, clareza de pensamento, e um melhor desempenho em tarefas que requerem atenção. Ao contrário de pílulas para dormir ou drogas; o triptofano induz a sonolência, mas não prejudicar o desempenho ou produz dependência , nem torna mais difícil o despertar do sono, quando necessário.
Um estudo em adultos mais velhos demonstrou melhorias significativas no tempo total de sono, uma diminuição no tempo para cair no sono e da fragmentação do sono ou períodos de sono interrompido, na sequência de uma dose duas vezes por dia de triptofano (ingestão de cereais enriquecidos) fornecendo 300 mg de triptofano por porção; totalizando uma ingestão de 600 mg por dia.

O Triptofano também pode desempenhar um papel positivo em uma das mais perigosas complicações relacionadas ao sono ou apnéia obstrutiva do sono. Esta condição faz com que episódios repetidos de quase despertar, que viciosamente interrompem os ciclos de sono; ocasionando um risco muito maior de desenvolver doença cardiovascular na vida adulta.
Em um estudo, pacientes com apnéia obstrutiva do sono que tomaram 2,5 gramas de triptofano antes de dormir apresentaram melhora significativa em seus padrões de sono, com melhorias nos valores de tempo gasto no "movimento rápido dos olhos" ou sono (REM), e diminuição do tempo para “cair” no sono. A diminuição do sono REM está associado com baixa agilidade e sensação de fadiga no dia seguinte, às vezes resultando no adormecer involuntário durante o dia (narcolepsia).

O QUE VOCÊ PRECISA SABER:
Melhore o equilíbrio de seu humor com triptofano
• Mau humor, irritabilidade, estresse e ansiedade são comuns em adultos mais velhos.
• Estes sintomas, assim como os mais graves, como distúrbios do sono, depressão, transtorno de estresse pós-traumático, e pensamentos suicidas têm sido atribuída a depleção dos níveis cerebrais do neurotransmissor serotonina, que é responsável pela manutenção do "bom" humor .
• Embora você não possa suplementar com a própria serotonina, seu precursor, o aminoácido triptofano, é prontamente disponível como um suplemento seguro e bem comprovado.
• A suplementação com triptofano reduz a irritabilidade em adultos mais velhos, nas mulheres com síndrome pré-menstrual, e em pessoas com depressão e ansiedade.

 O Triptofano ajuda no Controle da Depressão:

Tal como acontece com os distúrbios do sono, a depressão pode contribuir para a irritabilidade, comportamento impulsivo, fraca capacidade de julgamento e por quase três décadas, a serotonina tem sido reconhecida como o neurotransmissor de importância central no controle de depressão. Praticamente todas as drogas terapêuticas em uso hoje destinam-se a aumentar os níveis de serotonina nas sinapses, onde as células nervosas se comunicam.
Aumentar e equilibrar a serotonina no cérebro através da suplementação de triptofano (em oposição à terapia com drogas) é uma abordagem inovadora para a depressão que está ganhando mais e mais adeptos, especialmente com a descoberta de que pacientes com depressão têm níveis baixos de triptofano.
Estudos mostram que o triptofano se compara favoravelmente com os antidepressivos de prescrição, mesmo quando usado sozinho ou em combinação com estes medicamentos. Antidepressivos farmacêuticos são de ação lenta e podem causar perturbações temporárias ou prolongadas no sono. Entretanto, a combinação de 2 gramas por dia de triptofano com a prescrição do antidepressivo fluoxetina (Prozac ® e outros) pode acelerar o início da ação, limitando os distúrbios do sono.
Estudos mostram que a redução dos níveis plasmáticos de triptofano, induz muitos dos sintomas de depressão em doentes que sofrem de depressão ou estão em risco para esta desordem.

Curiosamente, uma das principais manifestações da depressão é a carga emocional negativa, incluindo uma tendência a interpretar expressões faciais de forma negativa (isto pode reforçar sentimentos de tristeza e desespero que são as principais características da doença depressiva). O esgotamento de triptofano intensifica este efeito, enquanto que a suplementação de triptofano reverte este processo, criando um desvio positivo agradável; um resultado compartilhado com os antidepressivos de prescrição, mas sem os efeitos colaterais.
Em estudos da síndrome depressiva mais suave conhecida como transtorno afetivo sazonal (SAD), ou "depressão de inverno", o tratamento com luz brilhante (para simular os dias mais longos do verão) é atualmente o padrão de atendimento. Estudos recentes, contudo, demonstram que a suplementação de triptofano é tão eficaz como a terapia de luz e o seu efeito é mais duradouro que a do tratamento com luz.

 Os Suplementos de Triptofano podem ajudar o seu treino ?

Quando você está se sentindo mal-humorado, não há nada tão gratificante e relaxante quanto um bom treino. Mas para muitas pessoas, um bom treino é tanto um desafio mental, pois é uma agressão física. Muitos exercícios são limitados, não por cansaço físico, mas pelo desconforto e dor, bem como o desejo de simplesmente desistir e ir para casa. 57,58
Estudos com triptofano e exercício revelam um efeito surpreendente: A suplementação melhora o desempenho do exercício, a força e a resistência. Mas, o mais importante, é que a suplementação pode aumentar seu tempo nos treinos porque indivíduos percebem o seu nível de fadiga de uma forma diferente ou menos intensa.
Um estudo mostrou um aumento de 49% no comprimento de um treino forte, enquanto outro mostrou que corredores de longa distância suplementados com triptofano correram praticamente um quilometro a mais do que aqueles que receberam placebo. Atletas suplementados com triptofano apenas não desistem do treino tão facilmente.
O resultado ? Treinos mais longos, mais confortáveis e com menos dor muscular.

 O Triptofano reduz a Ansiedade e o Estresse:

As respostas para a ansiedade e o estresse podem ter um impacto importante sobre o relacionamento social. Situações extremas, como o transtorno de estresse pós-traumático pode ser especialmente debilitante. A resposta natural protetora ao stress e ansiedade envolve o sistema de sinalização da serotonina , bem como vias hormonais no cérebro, pituitária e glândulas adrenais.
A conexão entre o triptofano e a serotonina explica porque a suplementação de triptofano foi encontrada por ajudar a reduzir a ansiedade e aliviar o stress. O triptofano reduz marcadores bioquímicos de stress, em particular o hormônio cortisol que tem muitos efeitos adversos no corpo humano.
Como mais uma prova, a depleção aguda de triptofano em pessoas com transtorno de ansiedade ou com transtorno de estresse pós-traumático leva a um agravamento temporário dos sintomas.


 O Triptofano alivia os Sintomas Pré-Menstruais:

Nenhuma discussão sobre irritabilidade e "mau humor" estaria completa sem a menção da síndrome pré-menstrual e sua companheira, o transtorno disfórico pré-menstrual. Em ambas as síndromes, uma redução nos níveis de serotonina no cérebro é a culpa para a disforia (estado de mal-estar, o oposto de euforia), alterações de humor, tensão e irritabilidade. O tratamento medicamentoso padrão consiste em drogas de recaptação seletiva de serotonina, com seus efeitos colaterais concomitantes.
Os estudos de depleção de triptofano revelam um agravamento dos sintomas pré-menstruais, especialmente agressão, enquanto que um pequeno número de estudos já apareceu sugerindo que a suplementação de triptofano é eficaz na redução dos sintomas. Num estudo de disforia pré-menstrual, uma dose de 6 gramas por dia de triptofano produziu uma redução significativa na disforia, alterações de humor, tensão e irritabilidade; quando iniciado no dia da ovulação e usado continuamente até o terceiro dia de menstruação.

Anormalidades da função da serotonina estão relacionadas com:

• Distúrbios comportamentais em pacientes geriátricos
• O comportamento agressivo e auto-prejudicial
• Os distúrbios do sono
• Depressão e transtorno afetivo sazonal (SAD)
• Mania
• Ansiedade
• O transtorno obsessivo compulsivo
• Os transtornos alimentares
• Esquizofrenia
• Distúrbios do movimento (discinesia tardia, acatesia, distonia)
• Tremor familiar
• Síndrome das pernas inquietas
• Síndrome de Gilles de la Tourette
• A esclerose múltipla
• Doença de Parkinson
• Doença de Huntington
• Demência
• O abuso de substâncias
• Hipersexualidade

 Resumo:

Um dos maiores desgostos de envelhecimento é a sua associação com um temperamento mal humorado, de fácil frustração e irritabilidade, o que resulta no estereótipo do "velho rabugento".
Hoje, reconhecemos que a inflamação crônica que é parte do processo de envelhecimento destrói o fornecimento de triptofano, o aminoácido necessário para produzir o "neurotransmissor da felicidade", a incrível serotonina em nosso organismo.
A perda de serotonina no cérebro está associada a mais do que apenas uma simples irritabilidade. Mudanças relacionadas à idade nos níveis de serotonina são responsáveis por distúrbios do sono e para as manifestações de muitos problemas de saúde mental, como depressão, ansiedade e transtorno de estresse pós-traumático. Mesmo a síndrome pré-menstrual é agora reconhecida como uma conseqüência transitória dos baixos níveis de serotonina.
Estudos revelam a relação íntima entre os níveis de triptofano no sangue e os níveis de serotonina no cérebro. A depleção de triptofano pode replicar sintomas de irritabilidade, distúrbios de humor, ansiedade e estresse, enquanto que a suplementação de triptofano está se mostrando capaz de reverter todos esses sintomas.
Em vez de tomar uma droga farmacêutica de custo para aumentar seus níveis de serotonina nas sinapses do cérebro, considere a suplementação de triptofano diariamente para alcançar resultados semelhantes com menor custo e maior segurança.


Nota do Nutricionista:

Numa época onde todos procuram principalmente por estimulantes como a cafeína, tirosina, termogênicos e pré-treinos; muitas vezes não olham para o outro lado e se esquecem do Triptofano.
Este aminoácido é precursor no neurotransmissor da “felicidade”; chamado de Serotonina.
O aumento dos níveis de serotonina no cérebro ajuda a melhorar o humor, a diminuir o estresse, diminuir o cortisol, anular os sintomas da tensão pré-menstrual, prevenir e tratar a depressão e melhorar a qualidade do sono.
Devemos procurar sempre pelo equilíbrio, usando a tirosina para estimular a dopamina no cérebro (foco mental) e o triptofano para estimular a serotonina (bem estar e relaxamento).

36 comentários:

  1. Adorei. Muito bem explicado. Eu me identifiquei em varios pontos.Estou tomando triptofano a alguns meses e vi uma melhora incrível. Tenho 42 anos e ja tinha percebido sinais de depressao e irritabilidade, como em minha mãe. Só que ela toma remedios psiquiatricos, que tem varios efeitos colaterais. Graças a Deus descobri o triptofano numa viagem ao exterior ( porque la voce encontra em qualquer loja ou grande supermercado) . Parabéns pela matéria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço pelo elogio e peço desculpas pela demora na resposta.
      O triptofano é uma opção extremamente segura, saudável e isenta de efeitos colaterais.

      Excluir
  2. Muito bom! Melhor do que tomar remédios tarja preta.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom este artigo e de fácil assimilação ao contrário de outros que só nos confundem.
    A falha aqui parece ser não estar explicado se há qualquer contra-indicação no que diz respeito à toma deste produto sozinho ou de precisa também de Carbidopa que tanto encontro descrita noutros estudos.
    Segundo essas informações, a Carbidopa deveria ser associada ao Triptofano para evitar a sua transformação em Serotonina no sangue, portanto, antes de atingir o cérebro.
    Essa transformação parece que pode afectar o fígado.
    Eu gostaria muito de obter uma explicação acerca disto.
    Segundo parece, sou bi-polar e não posso tomar as drogas psiquiátricas que os médicos costumam receitar. Além de me acontecerem todas as reacções horríveis descriminadas nas bulas ainda acresce que quase todos eles têm misturado o tremendo Dióxido de Titânio ao qual sou completamente alérgica . provoca uma intensa dor no peito irradiando para os seios durante cerca de 1 hora ou mais, conforme a quantidade de medicamento tomado.
    Grata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixei de lado o L-Triptofano. Impossível continuar a tomar porque me provocava dores de cabeça e muita confusão mental. Parecei que andava drogada.
      Lamento que este produto ainda não seja o que me resolve os problemas. Será que a etiqueta de bipolar não se me aplica ou o que não se aplica é o L-Triptofano? Também já experimentei o 5-HTP e não funcionou.
      Como tratar, então, estas minhas depressões e tristeza de viver?

      Excluir
    2. Sra. Laura...
      Torço para que a senhora encontre o tratamento adequado e que traga sucesso no seu objetivo!
      Desculpe se estou sendo invasivo...
      Já procurou um profissional???

      Excluir
    3. O que é que considera um profissional? Médico alopata ou medicina alternativa?

      Excluir
    4. Olá, Laura !!
      Vc não se adaptou ao triptofano, infelizmente isso acontece.
      A depressão Bi polar é uma patologia bem complicada.
      Acho que vc pode conseguir alguma ajuda válida no site www.leg.org, eles possuem um Livro chamado
      Disease - Prevention and Treatment; neste livro estão descritas várias patologias e o tratamento de cada uma através da suplementação.
      É um site extremamente sério, vc também pode conseguir algumas informações pelo email.
      Realmente não tenho experiência com esse tipo de patologia, espero que obtenha boas informações.

      Atenciosamente,

      Reinaldo J. Ferreira
      Nutricionista
      CRN3 6141

      Excluir
  4. Gostaria de usar, mas temo/receio por efeito colateral. Pode ser? Edson

    ResponderExcluir
  5. Segue meu e-mail: edson.damiao21@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o artigo bem explicado, estou tomando triptofano a 2 dias e já senti um controle na ansiedade, acordei mais desposta tambem,espero que o resultado seja obtido, a minha dosagem é 125 mg 80 capsulas.
    Abs,
    Simone

    ResponderExcluir
  7. Qual o melhor horario pra tomar o triptofano para quem tem anciedade e vontade de comer doce ?

    ResponderExcluir
  8. L-triptofano 220 mg causa secura na boca e da muita sonolencia ?

    ResponderExcluir
  9. Gostaria de saber se posso tomar 125 gr de triptofano por dia enquanto estou tomando 20 gotas de fluoxetina? Houvi falar que não pode ser tomado os dois ao mesmo tempo pois pode desencadear a síndrome da serotonina.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Aonde eu encontro triptofano?
    adriano.oc1979@yahoo.com

    ResponderExcluir
  12. Parabens pelo artigo
    Vc acha melhor manipular ou comprar pronto ?

    ResponderExcluir
  13. Passei muito mal e sem dormir após tomar 250mg do triptofano, com dores abdominais e inquietação. Tomei apenas porque tenho sono leve. depois de alguns dias tomei de novo e mesmo efeito, o médico que passei me informou que muitas pessoas tem esses sintomas após a administração do triptofano e que só aconselha a ingestão deste através de alimentos. Uma pena!

    ResponderExcluir
  14. Passei muito mal e sem dormir após tomar 250mg do triptofano, com dores abdominais e inquietação. Tomei apenas porque tenho sono leve. depois de alguns dias tomei de novo e mesmo efeito, o médico que passei me informou que muitas pessoas tem esses sintomas após a administração do triptofano e que só aconselha a ingestão deste através de alimentos. Uma pena!

    ResponderExcluir
  15. Primeiro parabéns pelo blog que com certeza é de muita utilidade para quem procura caminhos alternativos! E também efeito de um excelente trabalho do nutricionista!
    Bom, comecei a tomar triptofano faz pouco tempo apenas, através da sugestão do bolg. Mas de cara não consegui comprar em farmacias de manipulação pois necessita de receita médica. Então pesquisando na net descobri um energizante chamado "Forten" que contém triptofano na formula, além de glutamina, arginina e outras substâncias de menor importância.
    Para ser exato, contém 40 mg de triptofano o Forten.
    Usei por 10 dias, pois a embalagem vem 10 tubos. E os resultados foram bons sim.
    Agora consegui comprar pela farmácia de manipulação e hoje foi o primeiro dia que tomei o triptofano, e puro.
    Espero muito mesmo que esse suplemento me ajude pois me identifiquei muito com os sintomas da carência dessa substância.
    Depois de muita procura acredito que encontrei uma chave para meus problemas. Acredito realmente que estava com carência dessa substancia pois sou vegetariano e também já tive hepatite C, que pelo que vi reduz os níveis desta substância.
    Então meu estado de humor só vem degradando de um tempo pra cá... Mesmo tendo uma boa alimentação venho tendo problemas de humor, irritabilidade, e sou muito bravo as vezes...
    Também já tomei diversas substâncias para tentar solucionar isto. Diversas mesmo...e no geral me ajudaram até certo ponto.
    Passei por duas psicólogas e fiz um bom tratamento também. Aprendi muitas coisas....mas com o tempo fui percebendo que meu problema mesmo poderia ser nutricional...
    Então hoje estou aqui e contente por ter um dia bom como há muito tempo não tinha...

    OBS: Comecei a tomar CQ10 por sugestão do nutricionista, mas os efeitos foram adversos...Sim melhorou a fadiga sim, mas piorou muito meu humor... Há algo relacionando o CQ10 ao humor?

    Grato, e sucessos!

    ResponderExcluir
  16. Pode usar Triptofano junto com frontal?
    E qual o tempo para o efeito?
    Gratidão!

    ResponderExcluir
  17. Muito bom o texto, uso 100mg observei melhora no meu sono, humor, melhor q a melatonina o triptofano é mais suave, o seu estudo e texto são excelentes, muito obrigada!

    ResponderExcluir
  18. Tenho depressão a 20 anos,já usei todos antidepressivos e nada ajuda ,na fiz terapia tbm ,sem resultado na verdade eu não vivo eu sobrevivo.fiquem com vontade de usar o forten,onde encontro? E necessário receita .?para usar o forten tenho q parar ato tempo com o.antidepressivo ?para não causar a síndrome da serotonina .adorei o.blog

    ResponderExcluir
  19. Por favor alguém me responda não aguento mais vegeta na depressão, só.penso em uma solução Suicídio!
    Elisa-cristina2010@hotimail socorro

    ResponderExcluir
  20. Por favor alguém me responda não aguento mais vegeta na depressão, só.penso em uma solução Suicídio!
    Elisa-cristina2010@hotimail socorro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você poderia buscar por tratamento com Geriatria ajudou muito minha mãe ou um endocrinologista que trabalhe com Florais Quânticos. É excelente!

      Excluir
  21. Tenho depressão a 20 anos,já usei todos antidepressivos e nada ajuda ,na fiz terapia tbm ,sem resultado na verdade eu não vivo eu sobrevivo.fiquem com vontade de usar o forten,onde encontro? E necessário receita .?para usar o forten tenho q parar ato tempo com o.antidepressivo ?para não causar a síndrome da serotonina .adorei o.blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já sofri isso também é me libertem indo na igreja. A igreja evangélica e o maior centro terapêutico do mundo, encontrei pessoas que me entendia e me ajudava, assim eu venci dia a pós dia completamente
      Procure uma igreja evangélica
      Deus te abençoe

      Excluir
  22. Boa Tarde!

    Reinaldo eu estava lendo seu no seu blog sobre o triptofano e fiquei muito interessada, eu sempre fui ativa e praticava atividade física más tive que parar por 6 meses devido a minha formatura, depois fui submetida a uma cirurgia de refluxo mesmo assim eu era uma pessoa normal, apos 13 dias da cirurgia eu tive uma reação estranha, fiquei muito deprimida com palpitações, chorando e com a visão turva como se as coisas estivesse distante, fiquei assustada más não procurei um medico com passar de 2 semanas fui melhorando más continuo sem vontade de fazer algumas coisas e desanimada, fui no psiquiatra e ele passou 2 remédios, um de tarja preta e outro de tarja vermelha más não tomei ainda pois eu sempre fui muito saudável pra agora ter que tomar antidepressivos, queria saber de você Reinaldo se posso tomar o Triptofano? atualmente eu ão estou tomando nada, nenhum remédio!

    Grata, aguardo uma posição!

    ResponderExcluir
  23. Eu tomava Sertralina 50mg havia 7 anos...isso me incomodava, tenho um certo preconceito com medicamentos, aí minha nutricionista foi colocando o Triptofano em minha vida ao mesmo tempo em que eu diminuía a Sertralina, bem devagarinho, hoje, alguns meses depois, me sinto muito melhor usando apenas o Triptofano, me adaptei perfeitamente com 500mg ( comecei com 150 junto com a Sertralina , fui diminuindo um e aumentando o outro). Foi uma das melhores coisas que me aconteceu nos últimos tempos....Sou 100% TRIPTOFANO!!!

    ResponderExcluir
  24. tomei triptofano ,mas passei muito mal,fiquei pior que eu tava,muita tontura,crise de choro,tomei apenas quatro dias e tive que suspender,nao sei pq pra mim nao deu certo...

    ResponderExcluir
  25. Meu filho tem 8 anos e ele não consegue se concentrar na escola nem em nada q faz em casa,pra dormir e na marra pq não quer,ele pode tomar essa medição?

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. Parabéns, ótimo texto. Comecei tomar triptofano ontem até agora não tive nenhum efeito colateral, desde já posso dizer que dormi bem e estou sentido meus nervos mais relaxados. Obrigada pelas informações.

    ResponderExcluir
  28. Parabéns, ótimo texto. Comecei tomar triptofano ontem até agora não tive nenhum efeito colateral, desde já posso dizer que dormi bem e estou sentido meus nervos mais relaxados. Obrigada pelas informações.

    ResponderExcluir